Melhores e Piores (2006)

Attention: open in a new window. PrintE-mail

Melhor Show do Ano: Novamente um bom ano, com vários festivais que, apesar de muitos críticos chiarem quanto às bandas participantes, trouxe novas e boas bandas pra cá, além, é claro, de medalhões como Patti Smith, Beastie Boys, New Order e Cult. Claro que algumas das promessas feitas no começo do ano como Depeche Mode, Radiohead e Who não passaram de boatos, mas dificilmente alguém irá reclamar do número de shows no país. Bom, podem falar que é coisa de fã e tal, mas o melhor show de 2006 foi o do U2, em fevereiro, no Morumbi. O U2 é uma das poucas bandas que ainda consegue manter um bom show mesclando clássicos com canções mais novas e ainda assim provar que a decadência está bem longe.

Pior Show do Ano: Não assisti a nenhum show que merecesse destaque neste quesito. Viu, falei que foi um ano bom.

Melhor CD Internacional: Não tem pra ninguém, Muse, com seu Black Holes and Revelations. Há muito tempo não ouvia tanto um disco como este do Muse e não me canso de repetir que é o melhor álbum de 2006. E olha que teve a estréia das Pipettes e o excepcional novo álbum do Morrissey.

Pior CD Internacional:  Como o disco foi lançado por aqui em 2006 a escolha é válida. Babyshambles, banda de Pete Doherty, com seu Down in Albion. Mal produzido, mal arranjado, mal cantado. Enfim, ruim...

Melhor CD Nacional: Não é sempre que um produto com a grife MTV se destaque, normalmente é apenas marketing para levantar medalhões do rock nacional ou alguma banda queridinha da produção da emissora, mas as vezes eles acertam o MTV Apresenta Relespublica não apenas mostra uma das melhores bandas do pop/rock nacional, como realmente apresenta (desculpem a repetição) uma banda que já merecia um lugar de destaque no mercado musical, se pensarmos, então, que o Relespublica é totalmente independente, então a MTV merece todos os elogios.

Melhor CD Nacional Independente:  Entre os muitos álbuns ouvidos este ano, e também entre os vários já ouvidos e que serão comentados em breve, o trabalho dos gaúchos do Pública mereceu uma atenção maior. A mistura de Strokes, Coldplay e Los Hermanos, por incrível que pareça, funcionou perfeitamente neste caso.

Pior CD nacional:  Nunca fui de criticar bandas iniciantes, sempre procurei encontrar bons nomes e, mesmo que fizessem um disco apenas mediano, comentar sobre os pontos positivos do trabalho. Mas é difícil achar algo realmente positivo na estréia dos baianos do Canto dos Malditos na Terra do Nunca. Não acredita? Então tente ouvir...

Destaque do Ano: Houve algum destaque?

Decepção do Ano: O declínio das rádios rock, com o fim da 89 FM e com todos os boatos do aluguel da Brasil 2000, primeiro para a Band, depois para a Transamérica e por fim para a MTV. Nenhum concretizado, mas todos minando as forças da única rádio paulistana a ceder realmente espaço para as bandas independentes.

Facebook

AGENDA

<<  April 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.