Blitz - As Aventuras da Blitz

Attention: open in a new window. PrintE-mail
divulgação

O disco é fraquinho, das treze faixas menos da metade realmente vale a audição.  Se não fosse o sucesso de Você Não Soube Me Amar, dificilmente a Blitz teria saído do limbo e era bem provável que Evandro tivesse continuado com sua carreira no teatro. Apesar disso, As Aventuras da Blitz tinha, e tem,  todos os ingredientes para fazer sucesso: letras simples e refrões pegajosos, arranjos contagiantes e, principalmente, estava ligado à new wave, que viria dominar as pistas de dança e as rádios na época.

Se formos analisar friamente, o trabalho nada mais é que um amontoado de canções atirando para todos os lados - bem à moda da new wave, é bom dizer -, desde a tentativa de misturar disco music com percussão de samba em Vai Vai Love, passando pelo reggae em De Manhã, chegando no mezzo blues, mezzo new wave de Vítima do Amor, isso tudo apenas nas três primeiras canções. O duro é ter a certeza, mais de 20 anos depois, de que Mesquita é um cantor medíocre e um letrista sofrível. A tentativa de contar historinhas em todas as músicas é cansativo e enjoativo.

Tudo bem que ao vivo a Blitz era realmente um espetáculo, com lances teatrais e tal, mas hoje sou obrigado a entender isso como uma forma de esconder as deficiências musicais da banda. A coisa toda funcionou pelo menos por mais dois discos até que o grupo implodiu e cada um foi tentar a sorte à sua maneira. De todos, Fernanda Abreu se deu melhor, com uma carreira razoavelmente sólida, e o próprio Evandro Mesquita, que conseguiu trabalhar em algumas novelas e filmes.

Hoje a Blitz sobrevive destes hits antigos, apenas se reunindo quando conseguem agendar shows e mais nada. Uma prova de que a criatividade realmente era escassa. Mas antes que falem que resolvi escrever sobre eles só pra malhar, não posso esquecer das canções que realmente marcaram a carreira da banda: Você Não Soube me Amar, O Romance da Universitária Otária, Mais Uma de Amor, Weekend, Betty Frígida, A Dois Passos do Paraíso e Rádio Atividade. Em três discos, que ao todo dão mais de 30 músicas, menos de 10 valerem mesmo a pena, é uma quantidade muito baixa, mas como os discos estão em promoção, vale a compra sim...

Mas volto a dizer, o álbum é importante, não importa o quão ruim possa ser.

Por Valdir Antonelli

Facebook

AGENDA

<<  April 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.