Cris Lobo - Força e Trabalho

Attention: open in a new window. PrintE-mail
Cinco anos se passaram desde que Cris Lobo lançou seu primeiro álbum, chamado Califonia. Agora, a cantora carioca solta o EP Força e Trabalho com apenas cinco canções. Se você chegou a pensar que Cris era mais uma a se aventurar pela MPB, saiba que está completamente enganado, ela é roqueira, fã de Led Zeppelin, Bon Jovi, Ry Cooder e mostra essas influências em seu trabalho.

Conheci o trabalho de Cris Lobo na época do lançamento de Califonia, lembro que minha maior crítica era em relação aos vocais um tanto teatrais da cantora, agora, para minha felicidade, eles estão um tanto mais contidos, claro, sem perder a força que caracteriza seu som. Por outro lado, os arranjos vocais continuam muito parecidos entre as canções.

Se não bastasse cantar, Cris é responsável por todas as letras, arranjos e músicas do EP - assim como já acontecia em seus dois discos anteriores - e, se por um lado garante que as canções saiam exatamente como ela quer, por outro faz com que a produção do CD fique prejudicada, basta prestar atenção na voz da cantora, aguda demais e com volume um pouco mais baixo que o dos instrumentos.

Em Força e Trabalho, Cris mantém seu pé no hard rock dos anos 70, mas muda um pouco o foco de suas letras, deixando-as um pouco mais politizadas, como em Poder, Glória e Fama e Invenção, que abrem o EP. Mesmo nas demais, apesar de trazerem uma temática pessoal, a crítica às fraquezas cotidianas é forte. Mas é inegável que a força dos arranjos chama a atenção, exatamente por isso mereciam uma produção mais cuidadosa, quem sabe quando a cantora lançar seu próximo CD cheio.

Álbum: Cris Lobo - Força e Trabalho
Selo: Independente
Ano: 2009

Facebook

AGENDA

<<  April 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.