Thursday Oct 23

Eddie - fevereiro/2012

Attention: open in a new window. PrintE-mail
Com 5 discos na praça, só o primeiro com ajuda de gravadora ("Sonic Mambo" - Roadrunner, 1998 ) A banda pernambucana Eddie acaba de apresentar seu novo filhote ( “Veraneio”- Independente, 2011 ) e amplifica uma discografia rica na combinação do  frevo-rock com afoxé-samba e punk-reggae que faz alastrar ritmos dançantes como uma onda que espalha na areia no final de uma tarde de verão.   

A banda já teve várias formações e hoje conta com  Fábio Trummer (guitarra, craviola e voz) Alezandre Urêa (percussão e voz) Andrét Oliveira (trompetes, teclados e samplers) Kiko Meira (bateria) Rob Meira (baixo).
 
O vocalista Fábio Trummer um punk-rock-grunge-frevo fala em entrevista exclusiva para a DropMusic e lembra que já passou muito sufoco com essa mistura punk rock grunge em pleno verão nas ladeiras de Olinda-PE “Ainda tenho o sonho de tocar frevo no inverno rigoroso de Seatlle-WA para descontar as minhas tardes em que vestia aquelas roupas pretas e pesadas e a galera de lá vai ter que pular de shortinhos e guarda-chuvinha” Lembra de maneira amistosa Fábio Trummer que ali em meados dos anos 90 dava inicio a sua banda.

 

DropMusic - Quando começaram o processo de composição já sabiam que o disco seria lançando de forma independente?
Fábio Trummer -
Começamos em 2010 e já sabíamos que seria independente. Isso pelo fato de acreditarmos em nossa obra e não gostarmos que gravadora estipulasse idéias ou palpites no formato musical em nosso disco. Além de não precisar de capital de giro e você que acaba fazendo esse capital, você acaba fazendo parte de todo o processo.

DropMusic – E como a banda faz para arrecadar esse capital disputando espaço com o grande número de artistas da cena pernambucana com discos lançados bem próximos um do outro como; China, Lirinha, Junio Barreto, Karina Burh, Orquestra contemporânea de Olinda, Mundo Livre AS, Ortinho, Siba e até mesmo o mais acessível, digamos assim, Lenine?
Fábio Trummer
– Originalidade a nossa música segue padrões de exatidão.  O disco Foi todo pensado e pago com nossas estratégias de trabalho. Aprendemos também com a nova geração, Mombojó e China, por exemplo, que criaram um plano B (A banda DelRey que faz cover de Roberto Carlos e Erasmo Carlos) para financiar o plano A.

DropMusic – Qual é a relação dessa nova geração de Pernambuco com os tiozões, se é que posso dizer assim?
Fábio Trummer
– Aprendemos muito, mas também confesso que tem muita gente que já quer aproveitar uma cena já estabelecida no cenário musical de Pernambuco. Tem uma rapaziada que já quer tocar no palco principal antes de passar por muita coisa que já vivemos há 15 anos. Além que falta certo profissionalismo. Mas também tem o grande aprendizado e tentamos colocar isso em nosso show a gente vem mudando aos poucos o modo de se comportar no palco, presença teatral e dança são coisas que estamos aprendendo e temos muito como exemplo o Lirinha que acaba de lançar um ótimo disco.

DropMusic – Toda essa galera é do mesmo estado e até de cidades bem próximas como se explica uma musicalidade tão diferente e ao mesmo tempo original?
Fábio Trummer
- E isso é devido por grande parte desses artistas que você citou não possuir uma gravadora, sendo assim, cada um tem total oportunidade de criar o que bem entende. Nem é preciso ser de cidades próximas. Eu e China morávamos na mesma rua, eu dava na época aula de violão para o irmão de China, freqüentava a casa dele e isso necessariamente não faz eu e China ter uma banda com as mesmas idéias ou com o mesmo estilo. É Tudo parte de um só, porém com idéias próprias.

DropMusic - Hoje a banda conquistou espaço em lugares estratégicos no Rio de Janeiro e principalmente em São Paulo, com um bom número de público. Como foi conquistar esse caminho?
Fábio Trummer
– No começo foi difícil pra caramba. Até porque não temos sobrenome ou qualquer tipo de jabá. O que me deixa mais orgulhoso é que quando fazemos as nossas músicas é o que queremos dizer, pensar e compartilhar. Minha música não é a roupa que visto no palco ou minha barba o que tem na minha música é minha ideologia e ver as pessoas cantando minhas letras e pulando com minha música é um misto de satisfação e responsabilidade enorme que gosto muito.

DropMusic – Vir para São Paulo foi algo planejado?
Fabio Trummer
– Em São Paulo é onde as coisas acontecem, a cidade é movida por trabalho se você for bom e trabalhar bem terá sua vaga garantida isso é um pouco diferente em outros estados onde o sobrenome fala um pouco mais alto. Mas isso vem mudando aos poucos bem devagar.

DropMusic – E qual é a idéia do Eddie para o Brasil?
Fabio Trummer
– A idéia da banda é tocar por todo canto, que for possível, do Brasil. Mostrar o novo disco e fazer a galera dançar.

Facebook

AGENDA

<<  October 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.