Tortura natalina

Attention: open in a new window. PrintE-mail
Lembro da minha infância e de como eu gostava da época natalina. Ficava todo feliz por ter tirado notas boas na escola e esperava a recompensa no dia vinte e cinco de dezembro, quando o bom velhinho sempre deixava um brinquedinho diferente do que eu pedia na cartinha, enviada um mês antes.

Mas o tempo passa e as fantasias ficam pelo caminho. Hoje eu encaro o natal como uma tortura sem fim. Senão vejamos. Mal começa novembro (sim, novembro), os lojistas já começam o oba-oba para a rentável data. Encomendam um trilhão de cds da Simone cantando aquele cover horroso de Happy Christmas  (John Lennon) que eu não consigo mais escutar nem na versão original. Depois começam a selecionar os sujeitos que vão se fantasiar de papai noel, num paradoxo climático absurdo, onde um país tropical insiste em imitar as paisagens nórdicas, com bonequinhos de neve feito de isopor e pinheiros sintéticos. Dá pena de ver os (supostos) velhinhos gordos suando pacas, carregando no colo os pentelhinhos que vão choramingar seus pedidos e ainda ter que forçar a necessaria risada noelesca.

Começa então a maratona (para muita gente) de comprar presentes. Penso que o gesto de carinho passou a ser obrigação. Sabe a música da Plebe Rude que dizia “cale a boca e consuma” ? É por aí.  Sua caixa de e-mail é abarrotada de promoções natalinas. Antecipe seu natal, boas festas, hô hô hô hô. Você se sente pressionado para compar uma “lembrancinha” para os mais chegados e até para quem você quer ver morto embaixo de uma caminhão.

Daí vêm aquelas tradicionais confraternizações do trabalho. Seja amigo secreto, seja almoço bancado pelo chefe. Enfim, o momento que se deve esquecer as diferenças com aquele filho da puta de outro setor que puxou teu tapete o ano inteiro. É a hora (como dizem os criativos textos das matérias sobre o assunto) de reflexão. Você faz aquele esforço para agradar os colegas e não parecer antipático e entra na brincadiera. Saldo. Você sai odiando mais ainda o natal, os colegas, a empresa e ainda corre o risco de ganhar um cd da Simone. Êêêê.

E a ceia então? É aquela fartura de comida que vai ser consumida ao longo da semana toda porque sempre sobra ( a não ser que aquela sua cunhada papa tudo resolva aparecer). É peru, bacalhau, panatone, etc e tal. Você come feito um porco condenado e, muitas vezes, passa o feriado sentado no vaso sanitário ou em algum hospital, com indigestão.

E se tudo não bastasse, ainda tem a programação de fim de ano. Sabe, do tipo show da virada. É Faustão comandando a festa com Ivete Sangalo, Skank, algum grupo de pagode e um de axé. Tudo muito criativo. Claro que não se pode esquecer do rei Roberto Carlos e seus especiais anuais. Com a presença de Erasmo Carlos, Wanderleia, Ivete Sangalo e alguma dupla serteja. E não pode deixar de fora a missa do galo, com a presença do Padre Marcelo Rossi, Xitãozinho e Chororó e Ivete Sangalo. Êêêê.

E os filmes então? Todos da série “Esqueceram de mim” são obrigatórios. Talvez alguns da rainha dos baixinhos misturados a outros enlatados gringos com Jim Carey ou Eddie Murphy. E olha que não é só canal aberto não.  

Você quer fugir mas, para onde correr, tem alguma coisa que te irrita. Entra numa loja...ENTÃO É NATAL ... vai para um restaurante ... ENTÃO É NATAL ... vai para o cinema e o sistema de som antes do filme...ENTÃO É NATAL. É dose. Melhor ficar trancado em casa, se presentear com a quadrilogia de A Profecia, todos os cds remasterizado dos Beatles e mais algumas coisas do Zeppelin, Doors e Purple, e esperar as festas acabarem.
E ao último fogo estourado no revellion, se prepare porque é hora de esquentar os tamborins porque o carnaval vai chegar. Êêêê.
 
Apesar de todo sofrimento que passa um sujeito como eu, desejo aos leitores da DropMusic um 2010 repleto de coisas boas, incluindo naturalmente, muita música de qualidade porque, afinal de contas, é uma das coisas que valem a pena nessa vida.

Facebook

AGENDA

<<  April 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
282930    

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.