Saturday Sep 20

Super Furry Animals

Attention: open in a new window. PrintE-mail

 

divulgaçãoFormado em Cardiff, no País de Gales, em 1993, o Super Furry Animals tinha entre seus membros o vocalista e guitarrista Gruff Rhys, o guitarrista Huw `Bunf´ Bunford, o baixista Guto Pryce, o tecladista Cian Ciaran e o baterista Dafydd Yeuan. Todos os cinco integrantes tocaram em vários outros grupos antes de se reunirem. O mais conhecido era Rhys, que chegou a assinar com o selo Creation, quando tocava com a banda Emily, além de ficar conhecido no próprio País de Gales com o grupo Ffa Coffi Pawb. Com o fim do Ffa Coffi Pawb, Rhys começou a tocar com Pryce e Yeuan, no começo faziam música techno, mas aos poucos foram se envolvendo com o progressivo e com a música psicodélica. Dois anos depois, a banda assina com o selo local Ankst e lançam seu primeiro EP, Lianfairpwllgywgyllgoger Chwymdrobwlltysiliogoygoyocynygofod (In Space), totalmente escrito na língua do país. Poucos meses depois lançam Moog Droog, novamente um EP e escrito em Gales. Ambos os discos foram produzidos por Gorwel Owen.

No final de 1995, o Super Furry Animals começa a ganhar fãs de outros paises do Reino Unido e assinam com a Creation Records. Antes de assinarem com o selo, a banda resolve cantar a maioria de suas músicas em inglês, alcançando, assim, um número maior de pessoas. O primeiro disco, Fuzzy Logic, é precedido por dois singles, Hometown Unicorn e God! Show me Magic. Com o disco, o grupo vai se tornando a banda mais comentada do mercado independente inglês e aos poucos passam a influenciar novas bandas. O grupo consegue chamar mais atenção ainda, quando, em 1996, começa seus shows dentro de um tanque de guerra.

Outros dois singles conseguem sucesso, Something 4 the Weekend e If You Don´t Want Me to Destroy You. O segundo single era para ter sido apenas um lado b de outra canção, chamada, The Mand Don´t Give a Fuck, que traria um sampler da canção Showbiz Kids, do Stelly Dan, mas Donald Fagen, líder do grupo, não autorizou o uso ca música. Em setembro de 1996, Fagen muda de idéia e The Man Don´t Give a Fuck é lançada em edição limitada no começo de dezembro e chega ao número 22 das paradas.

A banda volta aos estúdios em 1997 e lança seu segundo disco, Radiator em agosto do mesmo ano. Guerrila é lançado dois anos depois. Em 2000 o quarto disco da banda, MWNG, chega às lojas. Apoiados por John Cale e Paul McCartney, o Super Furry Animals lança, em 2001, seu mais ambicioso trabalho, Rings Around the World, o primeiro também por uma grande gravadora, a Epic, mas o disco não mostra o desempenho de seus antecessores, tanto que o disco seguinte, Phanton Power, novamente sai por um pequeno selo, o XL. Em 2005 dois trabalhos do grupo, o primeiro é uma compilação chamada Songbook: The Singles, Vol.1, e um disco de inéditas com o nome de Love Kraft.

Outros dois anos se passam e o grupo lança Hey Venus! pela Rough Trade.

Assista a clipes do Super Furry Animals clicando aqui...

Por Valdir Antonelli, com informações da All Music Guide.


Facebook

AGENDA

<<  September 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
  1  2  3  4  5  6  7
  8  91011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.