Wednesday Jul 30

Santana

Attention: open in a new window. PrintE-mail

divulgaçãoCarlos Santana cresceu no México, filho de um pai que era violinista mariachi. Ele começou a aprender violino aos cinco anos, mas aos oito trocou o instrumento pela guitarra. A família se mudou para Tijuana, onde ele começou a tocar em clubes e bares. No início dos anos 60 a família se mudou para São Francisco; Santana inicialmente permaneceu em Tijuana, mas posteriormente se juntou a eles. Freqüentou a escola Mission High School, terminando o colegial em junho de 1965. Em 1966 foi um dos fundadores da Santana Blues Band. Apesar do nome, a banda inicialmente não era sua mas  sim um grupo em condições de igualdade de decisão. Porém era preciso definir um líder para conseguirem provisões da União dos Músicos. Depois o nome foi reduzido para apenas Santana e a banda estreou no Fillmore West Theatre em São Francisco dia 16 de junho de 1968. Em setembro desse ano, Carlos tocou guitarra em um show de Al Kopper no mesmo teatro, para a gravação do álbum The Live Adventures of Mike Bloomfield and Al Kooper, que marcou a estréia de Carlos no vinil. 

Enquanto isso, a banda Santana assinou um contrato com a Columbia Records e gravou seu álbum de estréia, Santana. Nessa época, o grupo era um sexteto formado por Carlos (guitarra), Gregg Rolie (teclados e vocal), David Brown (baixo), Michael Schrieve (bateria), Jose ´Chepito´ Áreas (percussão) e Michel Carabello (percussão). Santana se apresentou pelos Estados Unidos antes do lançamento do álbum, incluindo uma memorável aparição no festival de Woodstock em 1969, devidamente filmada e gravada. Santana foi lançado no mesmo mês e se tornou um imenso hit, assim como os álbuns que seguiram: Abraxas (1970) e Santana III (1971). Depois de terminar as atividades relacionadas a gravação e turnê desse último trabalho, a  formação original da banda Santana foi desfeita.

Carlos manteve os direito sobre o nome do grupo e desde então vem liderando a banda, que consiste basicamente no guitarrista e uma série de músicos contratados por ele que mudam de tempos em tempos. Sua primeira gravação depois da separação foi a de um show feito no Havaí com o cantor e baterista Buddy Miles, lançado em 1972 como Carlos Santana & Buddy Miles! Live!  Continuando o sucesso da banda, o álbum chegou ao Top 10 e acabou recebendo o disco de platina. Depois do lançamento do álbum Caravanserai pela banda Santana, Carlos formou uma dupla com John McLauglin, guitarrista da Mahavishnu Orchestra. Ambos dividiam o mesmo líder espiritual, o guru Sri Chinmoy, que colocou em Carlos o nome Devadip, que significa ´o olho, a lâmpada e a luz de Deus´. O álbum de Devadip Carlos Santana e John McLauglin, Love Devotion Surrender  foi lançado em junho de 1973, entrando no Top 20 e recebendo o disco de ouro depois de algum tempo. Após lançar mais um projeto da banda Santana, Welcome, Carlos se juntou a outra discípula religiosa, Turya Alice Coltrane (viúva de John Coltrane). Sua parceria, Illuminations, foi lançada em setembro de 1974 e ficou dois meses nas paradas, com a posição máxima alcançada senado a de número 75. 

Carlos colocou suas energias na banda Santana durante a maior parte do que restou dos anos 70, lançando uma série de álbuns que viraram disco de ouro ou platina: Borboletta (1974), Amigos (1975), Festival (1976), e Inner Secrets (1978). Em fevereiro de 1979 Carlos finalmente lançou seu primeiro álbum realmente solo. Metade ao vivo, metade gravado em estúdio, Oneness/ Silver Dreams – Golden Reality, na verdade creditado a Devadip. Como Illuminations, passou uns dois meses nas paradas e teve como posição mais elevada a de número 75. Depois de mais um disco de ouro para a banda Santana com o álbum Marathon (1979), Carlos retomou seu trabalho solo lançando o álbum duplo The Swing of Delight em agosto de 1980; com convidados como Herbie Hancock, Wayne Shorter e Ron Carter, esse trabalho vendeu um pouco melhor que seu álbum solo anterior. Se passaram mais dois álbuns da banda Santana, Zebop! (1981) e Shango (1982), até que Carlos lançasse um trabalho solo com mais sabor pop. Havanna Moon, concluído em abril de 1983, trazia também Willie Nelson, Booker T. Jones e The Fabulous Thunderbirds; chegou ao Top 40 (um resultado melhor que o álbum seguinte da banda Santana, Beyond Appearences, de 1985). Em 1986, Carlos fez sua primeira trilha sonora, criando a música para a cinebiografia do cantor Rich Valens, La Bamba. Fez então outro álbum da banda Santana, Freedom (1987) e depois emendou mais um trabalho solo, Blues for Salvador. Esse álbum não vendeu bem, mas a faixa título deu a Carlos seu primeiro Grammy por melhor performance de rock instrumental. Depois de gravar Spirits Dancing in the Flesh (1990) com a banda Santana, Carlos deixou a Columbia Records e fechou contrato com a Polidor, que lhe deu seu próprio selo de gravação, Guts and Grace. Após o primeiro álbum da banda Santana para a nova gravadora, Milagro (1992), Carlos iniciou um projeto que consistiu no lançamento de uma série de gravações de seus músicos favoritos da coleção do próprio Carlos; Live Forever: Sacred Sourses 1 com Jimmy Hendrix, Marvin Gaye, Bob Marley, Stevie Ray Vaughan e John Coltrane. Depois veio um álbum ao vivo da banda Santana, Sacred Fire – Live in South América de 1993 e em setembro de 1994 Carlos lançou Santana Brothers, formando um trio com seu irmão Jorge Santana e seu sobrinho Carlos Hernandez. O álbum ficou pouco tempo nas paradas mas foi indicado para o Grammy na categoria ´melhor Performance de Rock Instrumental´.

Carlos ficou quase cinco anos sem gravar, retornando em junho de 1999 com Supernatural pela Arista Records. Esse álbum da banda Santana teve muitas de suas faixas co-escritas por convidados famosos como Rob Thomas (Matchbox 20), Eric Clapton, Lauryn Hill, entre outros. Alavancado pelo mega hit Smooth e também por Maria Maria, esse álbum se tornou o mais vendido de toda a carreira do músico, tendo mais de 10 milhões de cópias comercializadas, além de ter recebido oito prêmios Grammy.         

Mais recentemente Carlos se envolveu profundamente na luta contra a pandemia de AIDS na África do Sul através de uma parceria com a ANSA – Artists for New South África (artistas para uma nova África do Sul). Em 2003 ele e sua esposa Débora doaram todo o lucro da turnê americana à causa. Outras organizações apoiadas por ele incluem a Hispanic Education and Media Group (grupo de educação e mídia hispânico), Médicos Sem Fronteiras, Save the Children (salvem as crianças), Childreach (alcance as crianças), Rainforest Action Network (grupo de ação em favor das florestas tropicais), Greenpeace, American Indian College Fund (fundo para a universidade das populações indígenas americanas), Anistia Internacional, e o Museu da Tolerância em Los Angeles.
 
DISCOGRAFIA:
 
SANTANA BAND:
All That I Am 11/1/2005
Ceremony 12/16/2003
The Essential Santana 10/22/2002
Shaman 10/22/2002
Carlos Santana, Divine Light 7/31/2001
Supernatural 6/15/1999
Best of Santana 3/1/1998
Santana III (1998 reissue) 1/3/1998
Santana (1998 reissue) 1/3/1998
Abraxas (1998 reissue) 1/3/1998
Live at The Fillmore 1968 1/1/1997
Dance of the Rainbow Serpent 1/1/1995
Milagro 1/4/1992
Spirits Dancing in the Flesh 1/6/1990
Viva Santana! 1/10/1988
Freedom 1/1/1987
Beyond Appearances 2/4/1985
Shango 1/8/1982
Zebop 1/3/1981
Marathon 1/9/1979
Inner Secrets 1/10/1978
Moonflower 1/9/1977
Amigos 3/1/1976
Festival 1/1/1976
Lotus 1/12/1975
Borboletta 1/1/1974
Greatest Hits 1/1/1974
Welcome 1/11/1973
Caravanserai 1/1/1972
Santana III 1/10/1971
Abraxas 1/10/1970
Santana 1/10/1969
 
PROJETOS SOLO:
Blues for Salvador 1/1/1987
Havana Moon 1/4/1983
Swing of Delight 1/2/1980
Oneness, Silver Dreams - Golden Reality 1/2/1979
Illuminations 1/7/1974
Love, Devotion, Surrender 1/7/1973
Live Carlos Santana and Buddy Miles 1/8/1972
 
CARLOS COM ARTISTAS DIVERSOS:
Food For Thought 7/13/2004
We Are The Future 6/1/2004
Power of Soul, a Tribute to Jimi Hendrix 5/4/2004
Dirty Dancing. Havana Nights 2/17/2004
Primavera 7/24/2001  
Platinum Christmas 11/14/2000
Girlfight. Music From The Motion Picture 9/26/2000
In From the Storm, The Music of Jimi Hendrix 10/24/1995
Pioneers of the New Age 1/1/1988 
California Jam II 1/1/1978
The Guitars That Destroyed the World 1/1/1973 
Fillmore: The Last Days 1/1/1972
Woodstock 1/1/1970  
The Live Adventures of Mike Bloomfield and Al Kooper 1/1/1968
 
Site oficial: www.santana.com 
 
Por Danielle Nastari, com informações da All Music Guide e do site oficial

Facebook

AGENDA

<<  July 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.