Wednesday Oct 01

Raimundos

Attention: open in a new window. PrintE-mail

divulgaçãoCom Rodolfo nos vocais a banda continuou fazendo shows só de covers até que resolveram partir para um estilo diferente, o heavy metal. A tentativa de mudança foi por água a baixo e o grupo se separou. Em 92, um produtor que não sabia que a banda tinha acabado convida o pessoal para tocarem em um evento. O pessoal resolve tentar novamente, mas com mais uma mudança, Digão tinha desistido de tocar bateria, por causa de problemas que teve de audição, e partiu para a guitarra. Com este pepino nas mãos o trio resolve se apresentar com uma bateria eletrônica e o show foi um fracasso total. Mesmo assim resolvem se manter juntos e saem a caça de um baterista, encontram o Fred que tinha idéias que bateram com os pensamentos do resto da banda.

Gravam em 93 a primeira demo, que se torna sucesso underground em brasília e até veiculações na MTV. São chamados para o Festival Junta Tribo, que rolaria em Campinas e também para o M2000 Summer Concerts em Santos onde tocaram para mais de 80 mil pessoas. Até este momento o Raimundos seguia como uma banda independente, mas devido ao sucesso nos dois festivais, e com a grande repercussão nos jornais paulistas conseguem no ano seguinte assinar um contrato com o selo Banguela, fruto da parceria entre o guru roqueiro Carlos Eduardo Miranda e o pessoal dos Titãs. Lançam o primeiro disco no mesmo ano e podem ser chamados de criadores do que ficou conhecido como forrócore, já que foram a primeira banda a misturar hardcore com este ritmo nordestino. Estouram nas rádio rock do país com a, hoje clássica, Puteiro em João Pessoa, mas o sucesso vem mesmo com Selim, que mesmo sem ter sido escolhida como música de trabalho, foi a opção da grande maioria das rádios do Brasil e foi graças a ela que a banda deixou de ser apenas uma promessa. Depois disso assinam com a gigante WEA, que era responsável pela distribuição dos discos do Banguela.

Um ano depois já estavam lançando o segundo disco, Lavô Tá Novo, que seguindo quase a mesma forma do primeiro disco, é um estrondoso sucesso no Brasil inteiro. Faixas como Eu Quero Ver o Oco, que até Herbert Vianna colocou no meio das apresentações dos Paralamas do Sucesso, O Pão da Minha Prima e I Saw You Saying, tocaram sem parar por todos os lados. A turnê, que no disco anterior tinha ficado restrita aos grandes centros com São Paulo, Rio, Minas e outras capitais, fica muito maior e os Raimundos tocam em todo o país.

No ano seguinte, na época de natal, resolvem presentear os fãs lançando o kit Cesta Básica, que continha um CD, uma fita de vídeo com clipes, entrevistas e trechos de shows, e uma revista em quadrinhos criada pelo Angeli. Em pouco tempo a tiragem, limitada, se esgotou e hoje o kit completo é algo que os fãs da banda cobiçam. O CD do Cesta Básica, foi vendido separadamente, mas para o fã, se não estiver completo, não é a mesma coisa.

Aproveitando a maré de sucesso, em 97, a banda segue para os Estados Unidos para gravarem por lá o quarto trabalho. Lapadas do Povo, que graças a proximidade com o hardcore feito em Los Angeles, aliado a acabaram com o estigma de serem apenas uma banda engraçada, fazem o quarteto criar um disco pesado. Claro que a veia escrachada ainda estava lá, em faixas como Pequena Raimunda, que virou hit e é uma versão para Little Ramona dos Ramones, e Bonita. Mas no todo é um trabalho muito mais sério que os anteriores.

Infelizmente nem tudo foram flores neste ano para a banda. Em um show em Santos, graças a total incompetência dos promotores, oito fãs morreram pisoteados. A banda cancela todos as outras datas já agendadas por se sentirem responsáveis, e não eram, pelas mortes. Somente dois meses depois, já menos abalados com a tragédia, os Raimundos pisam num palco novamente. Com a turnê bem mais curta que o normal, a banda resolve se trancar em estúdio para gravaram um novo disco, mais alegre e pra cima, tudo para mudar o clima que marcou a turnê de Lapadas do Povo.

Sai, então, o Só No Forevis, quinto disco, lançado em 99. O clima pesado não existia mais e a banda ficou entusiasmada com o trabalho que contou com várias participações. Lançam A Mais Pedida, como música de trabalho. A letra não poderia ser mais acida, já que criticava a censura que a banda sofria em alguns shows e a tomada das rádios pelo pagode. A capa também segue esta linha mais sarcástica, mostrando o quarteto vestido com pagodeiros. A segunda música a ser trabalhada nas rádios é Mulher de Fases, que mostrava o grupo fazendo o que eles mais gostavam na época, tocar hardcore melódico, abandonando totalmente o forrócore pelo qual a banda se tornou conhecida.

Mulher de fases estoura nas rádios e rola a mil por hora na MTV, onde fatura o prêmio de Escolha da Audiência. A banda passa a ser chamada para vários programas de TV e vendem mais de 500 mil cópias, levando um disco de platina e também leva a banda a ser convidada para criar a música tema de um novo programa da MTV o 20 e Poucos Anos, pra isso teriam que recriar um sucesso de Fabio Jr e o resultado foi sensacional. Só No Forevis é o maior sucesso da banda até hoje. Todos os shows estiveram lotados com a platéia cantando todas as músicas, até as menos conhecidas e a banda resolve lançar o primeiro disco ao vivo da carreira.

Neste meio tempo, antes de gravarem o Ao Vivo, ainda são surpreendidos pelo convite da gravadora Roadrunner para serem os representantes brasileiros na trilha sonora do filme Missão Impossível 2. A banda iria gravar uma música que seria enviada para os produtores do filme, entre eles Tom Cruise que iria dar o sim definitivo para a inclusão da canção no disco. Dizem as lendas que Tom se amarrou na música e com isso os Raimundos incluíram Give My Bullet Back, uma das mais pesadas da banda, na trilha do filme. A música entrou unicamente na edição nacional.

E finalmente o projeto Ao Vivo é levado à frente, e conta com uma ajuda de peso. A própria MTV estava pensando em convidar o grupo para gravarem um disco que levaria o selo da emissora em um novo projeto, o MTV Ao Vivo. O projeto consistia em gravar o CD, e lançar um DVD dos mesmos shows, e os Raimundos seriam a primeira banda. O grupo gravou vários shows, São Paulo, Goiânia, Sorocaba e Curitiba, e escolheram o melhor de cada um deles para compor o trabalho. No todo, o show de Curitiba é o que tem mais versões no CD, calhou de que este show também foi o escolhido pela MTV para gravarem as imagens que iriam pro ar e também para o DVD. E como não poderia deixar de ser, o CD, por ser o primeiro do projeto, sai como um disco duplo, com 40 (!!) músicas, 38 ao vivo, uma versão para o Reggae do Manero - música pedia exaustivamente pelo público nos shows e que nunca havia sido gravada - e também a versão feita para a abertura do programa 20 e poucos anos. O disco saiu em versões simples também, mas a MTV preparou material especial para os fãs, fazendo uma edição limitada com embalagem especial e fotos da turnê. O disco foi lançado em outubro de 2000 e foi muito bem recebido pelos fãs. Venderam mais de 500 mil cópias e contou com músicas de todas as fases da banda.

Mas, assim que a banda estava no seu auge uma bomba. O vocalista Rodolfo diz que esta saindo da banda por não conseguir mais cantar as mesmas músicas com palavrões, sexo e drogas. Rodolfo havia se convertido a pouco tempo para a religião batista e já não estava mais tão envolvido no dia a dia da banda. Rodolfo disse que não valeria a pena continuar no Raimundos apenas porque a banda estava ganhando dinheiro. A saída de Rodolfo não foi muito bem digerida pelos demais integrantes. Mesmo assim resolvem tocar a vida e recrutam o guitarrista Marquinho, ex-Peter Perfeito. Digão assume os vocais e a banda lança o disco Éramos 4, totalmente alusivo à saída de Rodolfo. No disco apenas uma música inédita Sanidade, todas as demais são covers de artistas que a banda curte, quase literalmente, Ramones do início ao fim. Sanidade, música de trabalho, tocou pouco em rádio e o disco não vendeu tanto quanto os anteriores.

Em 2002 lançam o primeiro disco realmente com músicas próprias com a nova formação. Kavookavala que mostra que a banda continua com força para ser a maior representante do hardcore no mercado brasileiro. A banda continua respeitada, tanto que foi chamada pela Rede Rock de rádio, para participarem da versão de O Senhor da Guerra, clássico da Legião Urbana, que a Rede estava preparando para entrar na campanha contra a guerra do Iraque. Mas quando a banda começa a se levantar o baixista Canisso diz que esta deixando o grupo por divergências musicais e passa a trabalhar com Rodolfo no Rodox.

Demitidos de sua gravadora, o Raimundos, agora apenas com Fred e Digão da formação original, lançam em 2005, apenas na internet, o EP .Qq cOizAh e está a procura de uma nova gravadora para a produção de um novo álbum. 

Por Valdir Antonelli

Facebook

AGENDA

<<  September 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
  1  2  3  4  5  6  7
  8  91011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.