Thursday Oct 02

Mickey Junkies

Attention: open in a new window. PrintE-mail

divulgaçãoÀ frente do Mickey Junkies, Rodrigo era um verdadeiro band leader. Sua performance de palco atraia os olhares do público. Como se não bastasse a posura, uma voz vigorosa como um crooner dramático e alucinado ao mesmo tempo. Totalmente influenciado pelo cavalheiro canadense Leonard Cohen. E, assim como sua inspiração, Carneiro escreve como um poeta que vai além das belas e reflexivas palavras elaboradamente colocadas numa metalinguagem artística.

Música, poesia, quadrinhos, encenação e outras expressões que elevaram o Mickey Junkies para além de um simples conceito de "banda de rock alternativo que nunca fará sucesso mas é admirada por pessoas legais".

Lançado em 1995, "Stoned" é o único disco do grupo e mostrava algo à frente de seu tempo. Um disco difícil de clasificar. Com claras referências dos anos 70, há riffs poderosos da guitarra de Érico e uma alternância de hard rock com outros gêneros. Um Mudhoney com charme, vigor e inteligência.

Enquanto Lou Reed esperava pelo seu fornecedor, Rodrigo bradava "Awaiting For My Girl", colocando o Mickey Junkies perfeitamente inserido no chavão drogas, sexo e rock’n’roll.

Apesar de ter conquistado o que muitas bandas perseguem e findam sem conseguir, o disco por uma "grande gravadora" foi decepcionante. "Stoned"é genial, mas suas condições e conseqüências foram traumáticas para o quarteto, completado por Sato no baixo e Alexandre na bateria.

Entre promessas nunca cumpridas, uma turnê internacional cancelada e o velho conflito "gravadora não divulga disco e banda não participa de programas idiotas", o Mickey Junkies acabou em 1997, depois de uma série de acontecimentos dramáticos que você pode conferir na entrevista desta seção.

Atualmente, o poeta e jornalista Rodrigo Carneiro trabalha escrevendo no Caderno 2, do jornal O Estado de São Paulo e, depois do fim do MJ, já participou de alguns projetos musicais como Mamelo Sound System, Between Sky and Flowers e Shiva Las Vegas, com o qual lançou um cd.

Porém, outros dois trabalhos orgulham o artista: ter feito alguns shows cantando no Thee Butcher’s Orchestra e participar do projeto "Uma Noite de Popstar" onde interpretou canções e recitou poemas de Leonard Cohen.

Por Andhye Lore (http://webhermetica.blogspot.com)

* Se alguém tiver contato com o autor, por favor, fale conosco, tentamos contatá-lo, mas o e-mail que encontramos não existe mais.

Facebook

AGENDA

<<  October 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
    1  2  3  4  5
  6  7  8  9101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.