Thursday Jul 24

Devendra Banhart

Attention: open in a new window. PrintE-mail

Devendra Banhart - divulgaçãoCom o apoio de seu professor, o poeta Bill Berskon, Banhart começou a experimentar todos os tipos de arte, além de começar a gravar algumas canções em seu gravador de quatro canais. No começo, tais composições eram conhecidas apenas pelos amigos intimos do músico que o encorajaram para que enviasse algumas fitas demo para gravadoras.

Ao mesmo tempo, Bahnart abandona o Instituto de Artes de San Francisco e começa a se dedicar à carreira de músico indo para Paris e voltando de vez em quando para LA, fazendo shows regularmente, mas ainda sem ter gravado um álbum oficial.

Tudo muda quando Michael Gira resolve lançar o músico por intermédio do selo Young God em outubro de 2002. Oh Me Oh My... é muito bem recebido pela crítica, que o compara a Tim Bucley, Syd Barret e Marc Bolan, devido a sua forma de escrever e o ecletismo de suas letras. Um ano depois, Banhart lança um novo trabalho, o EP Black Babies, abrindo caminho para o primeiro álbum cheio, lançado em abril de 2004, Rejoicing in the Hands. No mesmo ano, o selo Young God lança o EP Niño Rojo. Ambos os discos são bem recebidos pela crítica e o número de fãs do músico cresce rapidamente. Em 2005, Banhart lança Cripple Cros, considerado mais ambicioso que seu álbum anterior.

Por Valdir Antonelli, com informações da All Music Guide

Facebook

AGENDA

<<  July 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
   1  2  3  4  5  6
  7  8  910111213
14151617181920
21222324252627
28293031   

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.