Tuesday Sep 30

Plebe Rude

Attention: open in a new window. PrintE-mail

 

divulgaçãoO segundo disco, na verdade o primeiro álbum completo da Plebe, contou com apenas três novas canções, todas as demais poderiam ter entrado em O Concreto já Rachou, isso se a EMI tivesse lançado um disco normal. O trabalho contou com uma certa pompa que não se encaixava com o passado punk do grupo, até uma orquestra participou das gravações em Bravo Mundo Novo. Independentemente disso, a força do trabalho da banda continuava aparecendo em letras políticas, rendendo, obviamente, problemas com a censura. Aos poucos a Plebe Rude começa a ganhar a fama de banda difícil. Recusou-se a tocar a canção A Ida, primeiro single do álbum, no Chacrinha, gravou uma versão não aprovada pela EMI de Proteção e os primeiros problemas internos apareceram.

Mal acabou a turnê do segundo álbum e a banda entra em estúdio para a gravação de um novo trabalho. Plebe Rude III marca as primeiras desavenças musicais entre os integrantes do grupo, cada um querendo seguir um caminho diferente; Philippe queria manter o pique punk e Jander apostava em ritmos brasileiros, um dos resultados foi a inclusão de Repente no track list do disco. A falta de apoio por parte da EMI foi tanta que somente quatro anos depois do lançamento de Plebe Rude III é que o quarto disco da Plebe é lançado. Mais Raiva do que Medo chega às lojas em 1992 e a Plebe, agora, é um trio, pouco tempo depois é apenas uma dupla. Jander começa a faltar a vários ensaios e rapidamente é demitido e Gutje Woorthman, descontente com a falta de definição sobre o lançamento do quarto álbum, deixa o grupo. Finalmente, a Plebe consegue lançar o álbum pelo selo Natasha e, ironicamente, foi distribuído pela mesma EMI que os botou na rua anos antes. Depois do lançamento, com a morte de seu pai, Phillipe resolve ir para Nova York e a Plebe entra em férias por vários anos.

Aí o ´sucesso´ bate novamente à porta do grupo, seus três primeiros álbuns são lançados em CD, a EMI resolve colocar no mercado coletâneas com os maiores sucessos do grupo e, finalmente, um novo disco com músicas inéditas é lançado pela revista Outracoisa, publicação capitaneada por Lobão. R ao Contrário sai na edição de setembro de 2006 da revista e logo depois chega às lojas pela Tratore.

Por Valdir Antonelli

Facebook

AGENDA

<<  September 2014  >>
 Mon  Tue  Wed  Thu  Fri  Sat  Sun 
  1  2  3  4  5  6  7
  8  91011121314
15161718192021
22232425262728
2930     

NEWSLETTER

Deixe seu nome e e-mail para receber nossa newsletter.